Você sabe o que é subscrição?

Comentários · 2906 Visualizações

Se você ainda é um novo investidor no mercado de ações, provavelmente ainda está se habituando com alguns termos que fazem parte do universo da renda variável.

Uma das palavras que você já deve ter escutado por aí, sem ao menos saber ao que se refere é o termo "sub

O que é subscrição de ações?

A subscrição é um procedimento realizado por toda empresa que já operada na Bolsa de Valores e que deseja disponibilizar novas ações no mercado.

 

Portanto, vale destacar, a subscrição de ações é um conceito diferente da Initial Public Offering ou Oferta Pública Inicial de Ações, também conhecida como IPO, que ocorre quando uma empresa entra pela primeira vez na Bolsa de Valores.

 

Agora você já sabe que uma subscrição de ações ocorre quando uma empresa que já opera na Bolsa de Valores, deseja ofertar novas ações para venda, até aí tudo bem. Mas, agora, pense o seguinte:

 

Você é um investidor da empresa ABC, que detém 1% de todas as ações da empresa. No entanto, em certo momento a empresa decide que irá colocar novas ações a venda. O que aconteceria com o seu percentual sobre as ações da companhia?

 

Para facilitar o entendimento, suponhamos que a empresa ABC possua um lote de 10.000 ações no mercado, sendo que você é o proprietário de 100 delas, ou seja 1% do total.

 

Agora, vamos imaginar que a mesma empresa anunciou a subscrição de mais 10.000 ações, elevando o número total de ações negociadas na bolsa de valores para 20.000 unidades.

 

Agora, imagine que você não foi comunicado deste fato, o que aconteceria com o seu percentual de participação sobre a empresa? Ele deixaria de ser de 1% e cairia pela metade passando para apenas 0,5%. Certamente, você não ficaria nem um pouco contente com essa notícia, não é mesmo?

 

Sendo assim, para que se evite o descontentamento dos atuais investidores com a subscrição de ações, surge um conceito muito semelhante e que você também precisa conhecer, o direito de subscrição.

O que é o direito de subscrição de ações?

O direito de subscrição é um atributo conferido aos atuais investidores das empresas listadas na Bolsa de Valores, com o intuito de conferir a eles prioridade sobre a compra de novas ações disponibilizadas no mercado pelas empresas ao qual são acionistas.

 

Sendo assim, sempre que novas ações são disponibilizadas, a empresa informa antecipadamente aos seus acionistas, conferindo-lhes um prazo de compra para que assim possam exercer o seu direito de subscrição de ações, mantendo o seu percentual sobre as ações da empresa.

 

Durante o período de direito de subscrição, as novas ações ficam disponíveis apenas para compra pelos atuais acionistas, que podem decidir pela compra de parte das novas ações ou não, de acordo com suas estratégias e objetivos de investimento.

 

Em muitos casos, o acionista ainda terá a vantagem de adquirir estas novas ações por um preço menor do que o preço que será ofertado ao mercado.

 

Passado, o período de direito de subscrição, caso restem ações para venda, estas são disponibilizadas para venda livremente no mercado.

Como exercer o direito de subscrição de ações

Exercer o direito de subscrição, ou seja, adquirir novas ações disponibilizadas por uma empresa de qual você já é acionista com preferência é muito simples!

 

Portanto, se uma empresa na qual você já possui ações, anunciou uma nova oferta de ações, basta acessar o site da sua corretora, dentro dos prazos anunciados e manifestar o seu interesse pela compra das ações em regime de preferência.

 

Vale destacar, que cada acionista receberá autorização para compra de ações em regime de direito de subscrição de forma proporcional às ações que atualmente possui em seu poder.

 

Sendo assim, se você possui 1% , ou seja 100 ações de uma companhia que possui no mercado 10.000 ações e esta empresa pretende dobrar o número de ações disponíveis, você receberá o direito de comprar até outras 100 ações no período de direito de subscrição, com o objetivo de manter a sua participação sobre a empresa.

 

Logo, caso você tenha interesse em aumentar a sua participação comprando ações adicionais ao direito de subscrição, deverá aguardar o período em que a venda das ações estará disponível para todos ou comprá-las de outros investidores.

 

Se você não sabe como exercer o direito de subscrição através do Home Broker da sua corretora, entre em contato com a mesma e solicite mais informações!

 

Em geral, você é notificado por e-mail e tem disponível no Home Broker uma opção para compra das ações de forma antecipada.

Posso vender meu direito de subscrição?

Uma empresa na qual você já é acionista anunciou uma nova subscrição de ações e você não deseja efetuar o seu direito de compra preferencial ou não possui recursos para isso?

 

Saiba que em alguns casos é possível vender o seu direito de subscrição para terceiros ou para outros acionistas da mesma empresa.

 

Caso o acionista não queira exercer seu direito de subscrição, é possível negociá-lo diretamente pelo home broker, utilizando o próprio código do direito como, geralmente formado pelas quatro letras da ação, acrescidos de final 1 para ações ordinárias e 2 para ações preferenciais.

 

No entanto, vale destacar que este tipo de negociação somente será possível caso a empresa que disponibilizou o direito de subscrição permita a venda deste direito para terceiros.

 

É importante dizer que quando a possibilidade de venda de direitos de subscrição é aberta ela em geral possui um período de 30 dias.

Não sabe se pode vender o seu direito de subscrição ou não encontrou essa informação no seu Home Broker, então entre em contato com a sua corretora e verifique essa possibilidade.

Agora que você já sabe tudo sobre subscrição de ações e direito de subscrição, não esqueça de deixar o seu comentário e compartilhar esse conteúdo nas suas redes sociais!

 

Deseja aprender mais sobre o mercado de ações e ter acesso a outros conteúdos como esse? Então, continue acompanhando o nosso site!

Comentários